Gripes e resfriados Quais as diferenças?

gripes-e-resfriados

Nesse artigo iremos esclarecer todas as dúvidas sobre a diferença entre uma gripe e um resfriado, então, continue acompanhando nosso artigo.

Você tem ideia das principais diferenças entre gripes e resfriados?

Sabia que a principal diferença que existe entre ambas é a intensidade dos sintomas, bem como o local que é afetado das vias respiratórias.

De modo geral, você irá diferenciá-las porque os sintomas sentidos na gripe são mais intensos, já no resfriado é mais leve, e também possui menor duração.

Quais as principais diferenças das gripes e resfriados?

A região afetada pelos resfriados é mais superior, o nariz, garganta e olhos. A região que é mais afetada pelas gripes é os pulmões.

Além disso, as gripes acontecem durante o inverno principalmente, sem falar que o contágio é bem mais fácil.

A gripe é causada pelo vírus Influenza, já o resfriado pelo Rinovírus, adenovírus e outros semelhantes.

A duração das gripes são de 7 a 10 dias e a duração dos resfriados de 2 a 4 dias.

Os sintomas mais comuns da gripe são:

  • Febre alta
  • Coriza
  • Tosse
  • Dor na garganta
  • Dor muscular
  • Dor de cabeça
  • Falta de ar.

Já os sintomas do resfriado são:

  • Febre baixa ou ausência de febre
  • Tosse
  • Rouquidão
  • Coriza
  • Pode ocorrer ou não dor muscular e dor de cabeça.

Existe também a síndrome gripal que é semelhante a gripe e também ao resfriado, que pode ser provocado pelo vírus da gripe, entretanto ele pode ser provocado por outros vírus ou por bactérias.

Saiba que os seus sintomas são bem semelhantes aos sintomas da gripe que incluem dor de garganta, dor nos músculos, tosse e dor de cabeça.

E embora possa ser feito o tratamento da gripe em casa com a ingestão de líquidos e com repouso, há casos em que poderá ocorrer piora dos sintomas como, por exemplo: ter febre alta e que também esteja persistente ou até mesmo dificuldade para respirar. Sendo recomendado para esse caso, que você procure ajuda médica para que se faça o diagnóstico.

Saiba o que fazer em caso de gripes

Segundo a Dra Maria Cecilia Aguiar, médica alergista no Rio de Janeiro, a medicação geralmente é apenas sintomática.

Dependendo do tempo de doença e também da gravidade, pode ser recomendado o uso de antivirais.

Além disso é recomendado repouso e a ingestão de muito líquido, como, por exemplo: sucos, água, água de coco

Vale ressaltar que a falta de tratamento ou o tratamento mal feito o vírus da gripe chega aos pulmões, poderá haver complicações, como, por exemplo pneumonia e bronquite

Saiba o que fazer em caso de resfriados

Para o tratamento dos resfriados pode ser necessário que você faça uso de algum remédio para poder descongestionar as suas vias aéreas e melhorar os sintomas

Geralmente é indicado a lavagem nasal com soro fisiológico e tambem o uso de vasoconstrictores nasais como Naridrin ou Neosoro, por poucos dias.

O uso de analgésicos como dipirona e paracetamol ajuda a aliviar o desconforto causado e dor facial.

Um antitussígeno pode ser útil para aliviar os sintomas de tosse

Para ajudar a você no fortalecimento do seu sistema imunológico e para combater alguns sintomas de maneira mais rápida, tomar vitamina C, por exemplo, podem ser recomendados, sucos como: de laranja e acerola, por exemplo, pode ajudar bastante.

De um modo geral, tanto as gripes como os resfriados são quadro autolimitados. Ou seja, tendem a se curar em alguns dias com ou sem tratamento. No entanto, as gripes podem evoluir com complicações com frequência maior

As principais complicações das gripes são:

  • Otite
  • Sinusite
  • Bronquite
  • Pneumonia

Ninguém morre de gripe. Porem as complicações, infelizmente, podem levar ao óbito.

Elas são mais frequentes em crianças pequenas, idosos, gestantes e pessoas imunocomprometidas ou com múltiplas comorbidades. Dai a importância de se vacinas esse grupo de risco

Artigo Anterior PROPED aborda temática de diabetes tipo 1 na infância

Gostou? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest