Só mais um site WordPress

4 semanas de gravidez cólicas: devo me preocupar?

Uma pergunta frequente é sobre 4 semanas de gravidez cólicas, é normal ou motivo para me preocupar?

Na verdade, é algo normal, a não ser se vierem acompanhadas de outros sintomas, como um sangramento, por exemplo.

Daí a importância de consultar seu médico regularmente e em caso de qualquer dúvida, é a pessoa mais indicada para perguntar.

Embora cada mulher possa se sentir de uma maneira, é importante ficar atenta ao que é comum no 1º mês de gestação e o que não é.

Por isso, se você está com 4 semanas de gestação, vamos mostrar aqui o que normalmente acontece, tanto no corpo da mãe quanto no desenvolvimento do bebê!

4 semanas de gravidez cólicas é normal?

Você já está grávida há um mês, e nesse momento, seu corpo começa a sofrer muitas mudanças, além do turbilhão de emoções e dúvidas, é uma das mais comuns é se 4 semanas de gravidez cólicas é normal.

Então, é normal, pois a implantação do embrião no útero, as oscilações hormonais, tudo isso pode provocar cólicas, o que preocupa bastante as futuras mamães.

Portanto, sentir cólicas não significa necessariamente que alguma coisa não está bem, no entanto, se as dores ficarem mais fortes e vierem acompanhadas de sangramento, consulte imediatamente seu médico, para descartar um aborto.

1º mês de gravidez quais os sintomas?

Os sintomas durante o 1º mês de gravidez variam muito de mulher para mulher. Inclusive o fato de estar grávida para algumas pode passar totalmente despercebido.

Por outro lado, outras podem sentir náuseas, dores nos seios, sonolência durante o dia e enjoar certos alimentos…

O cansaço também é frequente no início da gestação, afinal, você está carregando um bebê, o que demanda mais energia.

Agora, se os sintomas estiverem afetando seu dia a dia, como é o caso das cólicas, converse com seu médico para ver qual é a solução para aliviar.

4ª semana de gravidez cólicas com sangramento é perigoso?

Então, pequenos sangramentos ao longo da 4ª semana de gravidez resultam na maior parte dos casos de um aumento das taxas hormonais. Por isso que podem fragilizar o colo do útero.

Se esses sangramentos não forem abundantes ou dolorosos e não ocorrer mais, não precisa se preocupar.

Como já falamos em relação à 4ª semana de gravidez cólicas, se essas cólicas vierem acompanhadas de sangramento, a atenção deve ser redobrada, em razão de um risco de aborto.

Se isso estiver acontecendo, marque logo uma consulta com seu obstetra.

Por que eu choro o tempo todo?

Além dos hormônios que mexem com todas as emoções, o estresse e preocupação com o parto, se está tudo bem com o bebê, pode fazer você chorar por qualquer motivo.

Afinal, é tudo muito novo, mas isso vai passar!

Lembre-se que faltam apenas 8 meses para você ver a carinha do seu bebê e segurá-lo no colo.

Leia também: Dor no Osso da Virilha na Gravidez: isso é comum?

4ª semana de gravidez como é o desenvolvimento do bebê?

Agora que você já tirou suas dúvidas sobre a 4ª semana de gravidez cólicas, vamos falar sobre o desenvolvimento do bebê.

Seu bebê mede cerca de 4 mm, e por mais que possa parecer pequeno, saiba que depois da fecundação, seu peso já se multiplicou por 10.000!

Pouco a pouco, o feto se transforma: os braços e as pernas começam a aparecer, seu nariz começa a se formar, assim como seus sistemas pulmonar, digestivo, nervoso…

Até aqui, seu bebê foi nutrido pelos nutrientes presentes na mucosa uterina. Na 4ª semana de gravidez, a placenta e o cordão umbilical já funcionam.

Ou seja, tudo o que você come, vai para o seu bebê, e se possível, mantenha uma dieta variada e equilibrada.

É também graças à placenta que vão ocorrer as trocas hormonais, de oxigênio e de dióxido de carbono, assim como a evacuação do seu bebê.

Conclusão

Vale lembrar que o início da gravidez é o momento de fazer um check-up completo. Seja através do exame de sangue para destacar uma rubéola ou um exame de urina para detectar a presença de açúcar, ou outros exames.

Então, se você ainda não marcou a consulta com seu médico, essa é a hora!

Comentários estão fechados.