5 Dicas para manter-se com a saúde mental em dia na terceira idade

5-dicas-manter-saude-mental-na-terceira-idade

Manter a saúde mental em dia é fundamental em qualquer fase de nossas vidas, mas é ainda mais importante na terceira idade. Afinal, nessa fase da vida temos diversas mudanças em nossos hábitos e muitas delas afetam diretamente o nosso psicólogo.

Somado a isso, nessa fase, infelizmente, nos tornamos mais suscetíveis a doenças como a diabetes, hipertensão, alzheimer e assim por diante. Desse modo, tal cuidado constante com o corpo, que já não tem mais o mesmo desempenho de anos atrás, afeta diretamente a nossa forma de encarar o mundo. 

Logo, diversos hobbies que antes faziam bem, como a prática de algum esporte, acabam sendo deixados de lado. Muitas amizades são perdidas e a dependência de terceiros em geral familiares – aumenta grandemente. Como consequência, é comum o surgimento de outras doenças como a depressão.

Para ajudar a evitar que isso aconteça com você ou alguém com quem se importa, este artigo reúne cinco dicas importantes para manter uma boa saúde mental na terceira idade. Nas próximas linhas, veja em detalhes cada uma delas. Confira!

Faça atividades físicas

A prática de atividades físicas é extremamente benéfica não só para a saúde do nosso corpo, mas também da nossa mente. Nesse raciocínio, enquanto fazemos algum exercício, nosso corpo libera uma série de substâncias responsáveis por boas sensações

Por isso, é extremamente comum que médicos e psicólogos recomendem esse hábito para a vasta maioria de seus pacientes. Contudo, como estamos lidando com a terceira idade, é fundamental questionar o seu médico antes de começar a se exercitar. Afinal, é preciso saber suas condições físicas para tal a fim de escolher a carga ideal para você.

Se alimente corretamente

Por meio de nossa alimentação, adquirimos grande parte dos nutrientes necessários para as diversas reações químicas que ocorrem a todo momento em nosso corpo. Tendo isso em mente, é essencial que a alimentação seja adequada às nossas necessidades para prevenção de problemas físicos e mentais.

A baixa de alguma vitamina, por exemplo, pode ser facilmente evitada com uma boa alimentação. Caso não seja, é comum que afete diretamente a nossa saúde mental, podendo levar até mesmo a depressão.

Como indicação geral, vá a algum nutricionista ou nutrólogo para que uma dieta adequada a sua saúde e objetivos seja estabelecida. 

Tenha hobbies

Na terceira idade, é comum deixarmos de lado inúmeros hobbies que tínhamos anteriormente, seja por não nos sentirmos mais capazes de fazê-los ou por falta de vontade. Nesse ponto, mesmo que antes amasse natação e hoje não consiga mais fazer isso na mesma intensidade, por exemplo, certamente há uma forma de continuar com tal hábito ou substituí-lo.

Fazer isso é fundamental para a saúde mental, pois nossos hobbies são grandes responsáveis por momentos de felicidade em nossas vidas. Dessa maneira, aprenda um instrumento musical novo, comece algum esporte, jogue algum jogo, enfim, faça qualquer coisa que sentir vontade pois nunca é tarde demais para nada.

Além disso, um novo hobbie não precisa necessariamente estar ligado a algum novo aprendizado. Como exemplo, você pode começar a ler as últimas notícias do auxílio Brasil ou qualquer assunto de seu interesse a fim de estar a par do que acontece no Brasil e no mundo. Afinal, leitura também é um hobbie e não importa do que. Seja criativo, faça o que quiser!

Conheça novos lugares

Enquanto algumas pessoas decidem aproveitar a terceira idade para viajar pelo Brasil e o mundo, muitas optam por passar um longo tempo isoladas em suas casas, algo que é extremamente negativo para a saúde mental.

Dessa forma, busque sair constantemente, conheça novos lugares e viva novas experiências por mais simples que elas sejam. Como exemplo, você pode ir a teatros, museus, parques, cidades, praias, sítios, pontos turísticos e o que mais vier em mente. Planeje o que deseja e faça acontecer. 

Faça terapia

A última dica deste artigo é talvez a mais óbvia e também a mais importante. Independentemente de nossa idade, fazer terapia é algo fundamental não só para tratar doenças mentais, mas também para preveni-las e nos sentirmos melhor com nós mesmos. 

Por meio dela, conseguimos elevar muito o nosso autoconhecimento e aprender de fato a como lidar com praticamente qualquer problema. Por motivos como esses, fazer terapia é fundamental para manter uma boa saúde mental.

Além disso, atualmente, é extremamente fácil marcar uma sessão com algum profissional por meio da Internet, seja para consultas presenciais ou on-line. Não deixe de checar e começar o quanto antes!

 

Veja também Alergia no olho: principais causas e tratamentos indicados

Gostou? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest