Só mais um site WordPress

7 dicas para cuidar da saúde dos olhos

Mesmo sendo um órgão tão exigido constantemente, apesar de toda sua importância para o nosso bem-estar, infelizmente, os olhos são constantemente negligenciados.

De uma forma mais generalizada, só damos atenção aos olhos quando surge algum problema. E isso é um grande erro.

É fundamental, para garantirmos a saúde dos olhos, adotarmos algumas medidas simples, porém, bastante eficazes.

E muitas dessas medidas devemos procurar praticar todos os dias para, dessa forma, evitarmos problemas ou que alguns pré-existentes se agravem.

Na verdade, a saúde ocular depende muito da própria pessoa e de seus hábitos, os quais, inclusive, são bem simples de levar e que podem, e muito, melhorar a saúde ocular, garantindo mais qualidade e conforto para a visão.

Quais são esses hábitos? Confira:

  1. Durma, no mínimo, oito horas por dia

Muita gente não sabe, mas dormir bem reflete automaticamente no cansaço do corpo e dos olhos. Por isso, dormir menos de oito horas não é aconselhável, pois pode causar vermelhidão ocular, vista cansada e inchaços.

  1. Evite ingerir bebidas alcóolicas

Mesmo que sejam metabolizadas pelo fígado, as bebidas alcoólicas produzem resíduos tóxicos, favorecendo o envelhecimento precoce das células oculares, sem falar que o álcool desidrata, o que acaba afetando os olhos.

  1. Invista em uma alimentação saudável

Você sabia que a maneira de como se alimentar bem interfere na saúde dos seus olhos? Adotar uma dieta equilibrada favorece a saúde como um todo, ajudando a prevenir uma série de doenças oculares.

Na verdade, estando livre de doenças sistêmicas (como hipertensão e diabetes), se está, automaticamente, livre de problemas oculares relacionados a elas, como a retinopatia diabética e a hipertensiva.

E a melhor maneira de evitar problemas de saúde, como hipertensão e diabetes, é através de hábitos e uma alimentação saudável, ou seja, evitando açúcar em excesso, carboidratos refinados, sódio e gordura.

  1. Proteja os olhos dos raios solares

É preciso procurar usar, sempre, não apenas no verão, óculos com proteção ultravioleta (UV), e isso porque a luz UV é prejudicial às células da retina, causando seu envelhecimento precoce, ou mesmo, provocar catarata precoce, ou acabar desenvolvendo doenças degenerativas da retina.

Ou seja, usar óculos de sol vai muito além de ter estilo, seu uso é fundamental para proteger a retina das radiações solares e tantos outros problemas de visão, como a catarata.

Por isso, é preciso saber comprar os óculos, verificar se possui selo de qualidade, pois isso vai garantir a proteção contra os raios ultravioletas.

  1. Se proteja do tempo seco

Muita gente não sabe, mas a evaporação da lágrima pode afetar a saúde ocular. Assim, é bom se proteger da baixa umidade do ar, já que ela causa irritação, ardência e vermelhidão ocular, justamente, por agravar a evaporação da lágrima.

Nesse sentido, evite usar ventiladores e ar condicionados, pois eles ressecam muito os olhos, e se não tiver como evitar, é aconselhável, então, apostar em colírios lubrificantes, conhecidos como “lágrimas artificiais”.

  1. Não deixe de usar seus óculos de grau

Precisa usar óculos de grau? Então, procure usá-los sempre, para evitar incômodos e alguns problemas oculares, como dores de cabeça e cansaço das vistas.

  1. Mantenha suas  consultas oftalmológicas em dia

Por último, mas nem por isso menos importante, é preciso manter as consultas oftalmológicas em dia, pois só o médico poderá avaliar a qualidade da visão e as condições oculares, e se for preciso, atualizar o grau dos óculos. Além disso, devem ser feitos, periodicamente, exames para analisar a pressão intraocular e a retina.

E é isso, se o assunto é a saúde dos olhos, nada melhor do que prevenir, por isso, procure realizar seus exames oftalmológicos frequentemente e, de preferência, em alguma clínica de nome e especializada no assunto, e que ofereça todos os exames necessários, como, por exemplo, a Americas Oftalmocenter

No mais, vale ter em mente que algumas doenças oculares crônicas, geralmente, não apresentam sintomas no início, como por exemplo, glaucoma, degeneração macular e retinopatia diabética, por isso, é fundamental não deixar de realizar exames periodicamente.

Comentários estão fechados.